Lucros com Playstation 4 foram prejudicados por conversões cambiais

sábado, 29 de abril de 2017


Os números do Playstation 4 vão bem, mas houve queda de 6% no faturamento em relação ao levantamento do ano anterior por uma razão curiosa: o dinheiro arrecadado em economias não tão bem estruturadas (o Brasil por exemplo) não gerou dividendos tão interessantes na hora da conversão para dólares e ienes.

Mas essa é uma conta que só atinge à Sony. É diferente de quando, por exemplo, um console vende mal, poucos estúdios se dispõem a desenvolver games para ele e o jogador é quem sai prejudicado. 

Playstation 4 pode chegar a 80 milhões de unidades em 2018

Tem horas em que é preciso "botar o pau na mesa" e foi isso que a Sony fez ontem ao anunciar que seu console de oitava geração, o Playstation 4, chegou à marca dos 60 milhões de consoles vendidos.

A meta é chegar à marca de 80 milhões em 2018, ano em que, ao que tudo indica, será lançado o sucessor do console.



Novos números: novo Zelda vendeu mais que o Switch, que já passou das 2,7 milhões de unidades

quinta-feira, 27 de abril de 2017

O site Nintendo Everything informa que o console de nona geração Nintendo Switch atingiu a marca de 2,74 milhões de unidades.

O país em que mais consoles foram vendidos são os Estados Unidos, com 1,2 milhões. No Japão já foram vendidas metade disso: 600 mil.

O ritmo de vendas costuma ser uma variável inconstante, mas se elas continuarem como estão, o Switch poderá alcançar as vendas do Wii U já no ano que vem.



The Legend Of Zelda: Breath of The Wild, maior carro-chefe do Switch, mas que também foi lançado para Wii U, vendeu 3,84 milhões de unidades.



Você, dono de loja de games, já fez sua encomenda de naftalinas?

terça-feira, 25 de abril de 2017

O artigo no Canaltech é meio velho (semana passada para ser mais exato), mas a história continua atual. Assistências técnicas nos Estados Unidos estão encontrando baratas no interior do Playstation 4. Mas a questão não se resume à, digamos assim, nojeira. Vários problemas no funcionamento do console estão sendo provocados por elas.



E ao que parece a situação não é diferente no Brasil.

Se eu fosse dono de loja de games já preparava um bom de um carregamento da boa e velha naftalina, exterminadora implacável desse indesejável espécime de inseto cascudo. Vai por mim: no Brasil vai vender mais que Amiibo.

Zoeiras à parte, é bom lembrar que ninguém nunca testou o efeito da evaporação da naftalina num console. Se quiser usar nossa ideia ~curiosa~ em casa, não coloque dentro do console, né!? Basta pôr meio perto...

Pode confessar: essas bolinhas já foram vistas bastante no seu guarda-roupa, não é mesmo?

Tamanho das mãos das crianças pode levar Nintendo a desenvolver um "sucessor" para o 3DS

Enquanto híbrido, o Nintendo Switch tem sido tratado como um sucessor tanto do Wii U, de mesa, como do Nintendo 3DS, portátil. Uma versão mini já é esperada, como ocorreu com o Wii.

Mas um motivo pode ser determinante para o desenvolvimento desse aparelho: as mãos das crianças. Segurar a tela do Switch, que não parece tão grande assim para os marmanjões, seria uma tarefa não tão fácil para elas. Pelo menos é o que avaliou um analista da Citigroup Inc. num relatório publicado pela Bloomberg.


Portanto, dimensões mais próximas à do 3DS já estão sendo estudadas, digamos assim, com "muito carinho". Um "carinho" que vale alguns milhões de dólares. 

Só nessa semana, dois títulos retrôs de luta serão lançados para Playstation

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Na quinta-feira, 27 de abril, a loja do Playstation disponibilizará para download ACA NeoGeo Galaxy Fight: Universal Warriors, jogo de luta lançado pela Sunsoft em 1995, para o console NeoGeo, lançado em 1990.


Na sexta, 28, quem vem "à luz" é River City Melee: Battle Royale Special. Assim como o título anterior, River City Melee é um jogo de batalha retrô, que vem de uma série que fez bastante sucesso na época do Game Boy.



Ainda assim, está confirmado que ninguém pode reclamar que faltem títulos retrôs.

Mercado de consoles retrô caminha para o "vale a pena ver de novo"

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Depois de tirar uma onda com o NES Classic Edition (que pretende descontinuar em breve), a Nintendo pretende relançar o SNES da mesma forma. Para quem não entende siglas em inglês: NES = Nintendinho, SNES = Super Nintendo.


Para quem acompanha a linha do tempo dos videogames, lembra que foi o SNES que subistituiu o NES lá na distante década de 1990. Coisa semelhante já acontece com os consoles clássicos da Sega: Mega Drive e Master System.

Em outras palavras, a busca por uns caraminguás nesse inusitado mercado do console retrô, os consoles antigos estão vivendo um verdadeiro esquema de "Vale a Pena Ver de Novo".

Zelda em quadrinhos no Brasil: vai rolar!

segunda-feira, 17 de abril de 2017

A Panini, uma das editoras com maior know-how em mangás no Brasil (e em vários países, é bom que se diga), anunciou no CCXP Nordeste que publicará mangás da série The Legend Of Zelda no Brasil.

Ao todo serão cinco publicações, cada uma com o equivalente a dois volumes dos mangás originais, conforme informado no site Chuva de Nanquim.


A série não teria momento mais perfeito para chegar, diante do sucesso de The Legend Of Zelda: Breath of The Wild que já vendeu 1,5 milhão de cópias (contando as vendidas para Nintendo Switch e Wii U). E não que Zelda algum dia já tenha sido um fracasso.

Jogo de mesa Super Mario Level Up! está chegando nos EUA

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Os fãs norte-americanos da série Super Mario poderão ter, em breve, uma nova experiência unplugged com os personagens da série.

Super Mario Level Up! é fabricado pela USAOopoly, especializada em criar jogos inspirados em Monopoly, e que já fez outros jogos inspirados em Super Mario antes. O preço sugerido é de 19,95 dólares.

O objetivo do jogo é levar seus personagens ao castelo de Peach, localizado no topo de uma "escadaria", enquanto se coleta moedas (mais informações no Reino do Cogumelo).

Confira algumas imagens:


Pelo amor de Deus, que controle é esse?


É um controle DualShock 4 criado pela Hori em formato de Slime para o jogo Dragon Quest XI, que está sendo lançado agora no Japão. Por enquanto, só é oferecido por lá.

 Nos fóruns e redes sociais uma das maiores reclamações é em relação ao seu formato nada favorável anatomicamente. Muita gente está sentindo dor nas mãos só de olhar. Vamos aguardar para saber se não é nenhum primeiro de abril atrasado...

Posso pagar com moedinhas do Mario?

terça-feira, 11 de abril de 2017

Motorista de Uber em Curitiba está fazendo sucesso porque instalou um Nintendo 64 em seu carro. Conta, inclusive, uma história de uma passageira que ofereceu pagar o dobro se ele a deixasse terminar de fase (!!!).

História completa de Fernando Kania você confere aqui.

Minha dica: recebeu o salário do mês e está em Curitiba? Melhor evitar o carro do moço...

Com artistas, XBox Design Lab tenta conquistar alguma popularidade

O Xbox Design Lab, serviço que permite a personalização de cores nos controles para Xbox, já existe há algum tempo. O canal do Xbox no YouTube, recentemente, convidou artistas para criarem suas próprias versões do controle.

O "Charmoso" foi desenhado pelos artista plásticos Craig Redman  e Karl Maier e o "Samurai" pelos estilistas brasileiros Bruno Basso e Christopher Brooke.



Playstation divulga modelos Porsche que estarão em 'Gran Turismo Sport'

Os perfis do Playstation no Twitter (e são vários em várias línguas, inclusive em português), confirmaram, durante a tarde, a inclusão de modelos Porsche em 'Gran Turismo Sport'. De quebra, divulgaram imagens bastante instigantes. Confira:





Yooka-Laylee: chega a custar metade na Steam

O game Yooka-Laylee, visto como "sucessor de Banjo-Kazooie", está sendo lançado hoje nos consoles Playstation 4 e XBox ONE. O preço da versão para PS4 chega a impressionantes R$ 179.

Na Steam, o jogo está custando R$ 85 e uma versão Deluxe chega a R$ 106. Para quem quer curtir o jogo — e, sim, pelas reviews e comentários, ele vale muito a pena —, tem um computador razoavelmente bom e está afim de não gastar muito agora, fica a nossa dica.

Sabe que jogo vendeu bem? 1, 2 Switch!

segunda-feira, 10 de abril de 2017


Tenho preguiça do jogo 1, 2 Switch e isso não é novidade por aqui. Parece casual demais até para consumidor da Nintendo. É jogo para jogar em festinha, convescotes, chá de bebê, etc.

Se for sguir por essa tese, pelo menos 186 mil festeiros compraram o jogo logo na semana de estreia do Switch, garantindo ao jogo o quarto lugar entre os mais vendidos da semana.

Minha opinião sobre o jogo não mudou. Já defendi (e já vi em fóruns por aí que não sou o único) que esse jogo fosse oferecido gratuitamente, já que ele serve para explorar os potenciais do console. E também não o compraria por 50 euros de jeito nenhum.

Parece-me mais que o jogo atingiu tal patamar só por se tratar da estreia do console, haver pouquíssimos títulos disponíveis e 1, 2 Switch ser um desses pouquíssimos. 

Zelda: Breath of The Wild: quase 1,5 milhão na semana de estreia

domingo, 9 de abril de 2017

O jogo mais bem-sucedido do Nintendo Switch até agora, segundo o amado e odiado VG Chartz, é The Legend of Zelda: Breath of The Wild. Segundo o ranking, o jogo vendeu 1,49 milhão de unidades na semana de estreia, que tem o dia 4 de março como referência — para constar: as semanas de distância entre as vendas e a divulgação dos números são algo comum no mercado. O console, por sua vez, 1,5 milhão no mesmo período.


Detalhe importante: Breath of The Wild foi lançado para Wii U simultaneamente ao Switch. Do número total de vendas, 25% são referentes ao console da geração passada — pouco mais de 370 mil unidades.

Fato curioso é que o Breath of The Wild para Wii U ocupa a terceira posição entre os mais vendidos daquela semana, atrás apenas de sua versão para Switch. É o único jogo para Wii U entre os 50 mais vendidos (ÚNICO ENTRE OS 50 FUCKING MAIS VENDIDOS) daquela semana, corroborando para o que já sabemos: Breath of The Wild é um sucesso, mas o Wii U já deu o que tinha que dar.

Assim como a Mad Catz, Atari também já declarou falência e continua por aí...

sábado, 1 de abril de 2017

Hoje é Primeiro de Abril, dia da mentira. Dia de lembrar de quem diz que vai, mas fica.

Ontem, 31 de março, muitos gamers hardcore lamentaram que o fabricante de periféricos Mad Catz decretou falência. Em seus dias melhores, a Mad Catz lançou aparelhos que eram sonho de consumo de qualquer um que goste de games um pouquinho mais que a média.

LYNX 9 M.H.C., lançado nos idos de 2015
Inclusive, quando o Ouya se destacou como "grande expoente dos consoles indies", a Mad Catz bateu de frente com seu M.O.J.O. Hoje, apesar de bem longe dos píncaros da glória, o Ouya sobrevive bem.

Tal como a Mad Catz, a Atari também declarou falência em 2013, mas continua por aí, firme e mais ou menos forte, vivendo, especialmente, do passado. O clássico console Atari 2600, por exemplo, foi relançado recentemente (no Brasil, por intermédio da Tectoy) e teve recepção até bem razoável.

Muita gente também deve torcer que a Mad Catz tenha falido desse jeito.