Enquanto revelações do 'Sonic Mania' vão numa boa, as de 'Sonic Forces' provocam dez tipos de medo

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Os dois grandes projetos envolvendo Sonic em 2017 não são mais segredo para ninguém: um é o Sonic Mania, naquele estilo da década de 1990, e o outro é o Sonic Forces, que continua a linha do tempo do Sonic em 3D, e vai pelo mesmo caminho do Sonic Generations de 2010: o encontro do "Sonic antigo", mais baixinho e fofinho, com o "Sonic de hoje", mais esbelto e marrento.

As forças do mal em 'Sonic Forces'. 
Com o passar dos dias, novos detalhes vão sendo revelados sobre os dois jogos. No que diz respeito a Sonic Mania tudo vai bem. A revelação mais recente, envolvendo a trilha sonora, evidencia o que nunca foi segredo: trilhas sonoras de Sonic são sempre muito boas.





Mas as revelações em Sonic Forces começam a gerar certa desconfiança. A primeira envolvia um mecanismo que permitia ao jogador criar seu próprio personagem. Foi bem OK. Mas o vilão Infinite, revelado recentemente, já deu aquele frio na barriga.

Sonic já dividiu jogos com o Rei Arthur, já virou lobisomem e já usou roupa de aviador pedante. Agora, enfrentará Eggman, Shadow, Metal Sonic, Chaos, Zavok (vilão do flopadíssimo Lost World) e, como novidade, Infinite.

Greatest Hits de inimigos.
Infinite: a novidade da vez.
Infinite já havia aparecido no trailer da E3, mas não havia sido apresentado mais especificamente. Não parece ser muito além de um Shadow The Hedgehog repaginado. Vê-lo em ação, confesso, fez ligar aquela luzinha amarela. Aquela que diz "será que vai prestar"?

0 comentários:

Postar um comentário